HOME SOBRE CONTATO

Resenha: Perdão, Leonard Peacock

   Boa Noite Pessoas!! 
Como vão vocês?

   Hoje vou falar do livro Perdão, Leonard Peacock de Matthew Quick




   "Primeiro, eles o ignoram, depois riem de você, em seguida lutam com você,
e então você ganha."

   Pra quem não conhece o autor desse livro ele quem escreveu "O Lado Bom da Vida", e tenho que confessar à vocês que este livro me deixou um pouco perturbada! O autor consegue fazer com que você entra na mente de um adolescente completamente depressivo e que tem planos de matar um antigo amigo e depois cometer o suicídio.
   É bem angustiante ler esse livro, quando o estava lendo lembrei de Garota, Interrompida (que já tem resenha no blog), é mais ou menos o mesmo estilo, é o próprio personagem que narra a história e você consegue entrar, facilmente, em sua mente.
   Bom, o livro conta a história de Leonard Peacock, um adolescente de 17 anos que mora sozinho, pois sua mãe, a Linda, mora em New York à trabalho e não está nem aí pra ele. As aulas que ele mais gosta é do Herr Silverman, que geralmente ele fala do Holocausto e que no fim do livro, se tornará uma das peças chaves na vida de Leonard. Ele tem dois passatempos, um é ver filmes de Bogart com o seu vizinho idoso, o Walt, que mostra ser o único amigo de Leonard, e o outro passatempo, bem estranho eu diria, é colocar o seu terno e ir andar de metrô olhando a "triste" vida dos adultos, que, segundo ele, estão sempre infelizes com o seu trabalho.
   Portanto, ele decide que não quer mais virar adulto, pega uma arma nazista P-38 que era de seu avô e vai até a casa de Asher Beal, seu ex melhor amigo, pois ao que tudo indica, Asher se descobre gay e tenta assediar Leonard...agora se ele vai concretizar o assassinato e o suicídio, só lendo pra saber. =)
   Não é o meu estilo de livro favorito, mas não deixa de ser interessante.

   Livro: Perdão, Leonard Peacock.
   Editora: Intrínseca
   Autor: Matthew Quick
   Páginas: 222

   Espero que tenham gostado. =)
   Beijos e boas leituras.

7 comentários:

  1. HUmmm parece interessante mesmo, mais também não é meu estilo!!
    Adorei ler sua resenha, pois ainda não tinha lido nenhuma deste livro e para falar a verdade eu também não li a sinopse!!

    beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Camila.

      Obrigada pela sua visita viu?

      Beijos.

      Excluir
  2. Olá,querida!
    A história é diferente já que aborda a vida de um jovem depressivo,não sei porque,mas a história me lembrou o livro As Vantagens de Ser Invisível,que é uma história muito boa.Então,irei dá uma chance para o livro,pois me apaixonei pelo autor desde O Lado Bom da Vida kk
    Beijos!
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Então eu ainda não li "As Vantagens de ser Invisível" mas quero muito ler, aliás você não é a primeira pessoa a falar isso desse livro.

      Obrigada!!

      Excluir
  3. Olá, Bárbara.

    Perdão, Leonard Peacock foi uma de minhas leituras recentes e, confesso, fiquei estarrecido e encantado com toda a vida que o Quick consegue passar às personagens. O Leonard é de fato um garoto problemático, mas isso não o fez, nem por um minuto, uma personagem menos interessante para mim, pelo contrário. Tudo, absolutamente tudo, no universo do livro me pareceu palpável e confesso que, em alguns momentos, precisei lutar para refrear as lágrimas que quiseram me escapar. Legal saber sua opinião, sério.

    E como há braços, abraços.
    Caleb Henrique - Viajante Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Caleb.

      Foi por isso que falei, o autor nos envolve tanto que quando você percebe você está pensando como Leonard, na história claro.

      Obrigada pela sua opinião.! =)

      Excluir
  4. Confusa, é a palavra que me define no momento. Pelo que entendi, é um livro tenso e denso, dramático, e um tanto quanto viajoso.
    Lendo sua resenha, ele até parece interessante, mas confesso que ele não me chama a atenção, nem antes quando o conheci, nem agora.
    Até pode ser que um dia o leia, mas pela minha empolgação (que não existe) não será tão cedo.

    Beijos,
    Myris
    http://www.nacabeceiradacama.com.br

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem vindos, desde que tenham algo a dizer.
Se quiser comentar simplesmente por obrigação pra eu entrar em seu blog e comentar também...saiba que não perderei meu tempo!!
Deixe seu link para que eu possa retribuir a visita!

Obrigada por comentar! (:

© Café com Livros - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento por: Colorindo Design - Tecnologia do Blogger.