HOME SOBRE CONTATO

Resenha: Fahrenheit 451



   Bom Dia à todos, tudo bem?
   Preparados pra uma das melhores distopias já escritas? Quer dizer, em minha humilde opinião, eu nem li tantas assim, mas das que li, foi a mais marcante pra mim.





   Fahrenheit 451 foi escrito pelo autor Ray Bradbury, no ano de 1953, logo após o término da Segunda Guerra Mundial.
  
   Bom neste mundo futuro, o governo é totalmente totalitário e proíbe qualquer tipo de livro, ninguém tem a permissão de ter livros em casa, e o que acontecia, era que quando alguém descoberto, seja por vizinhos ou bombeiros, fazia-se uma denuncia, e os bombeiros corriam para a casa denunciada para incendiá-la, e muitas vezes, com os moradores juntos.

   Um desses bombeiros era Montag, o protagonista da história, que ao conhecer Clarisse, uma garota de 17 anos, quando estava voltando do trabalho, ele começa a mudar seu modo de pensar e a enxergar "além"... No livro não diz, mas pelo jeito que a garota o indaga, conversa com ele, a gente percebe que ela lê, e sua família também.

   A partir daí, ele começa a fazer vários questionamentos e quando é chamado para incendiar uma casa, ele acaba roubando algum dos livros. Seu chefe, que não é bobo, percebe e dá um tempo à ele, mas ao mesmo tempo, coagindo-o e o fazendo acreditar que livros não são bons, são história criadas por pessoas que não existem, então pra quê lê-los?

   Mas é óbvio que ele lê, e não consegue entender nada, para ele um parágrafo do que leu, não há sentido algum. Mesmo assim, ele percebe que há algo errado, que o governo tenta mascarar a verdade...ele tenta levar consigo as pessoas ao seu redor, como sua esposa Mildred, que fica o dia todo "conversando" com pessoas através de suas televisões nas paredes em 3D, e fica com um tipo de fone de ouvido que é comandado por forças maiores, tudo o que ela escuta, o dia todo, nada é escolhido por ela.

   Sua esposa o chama de louco, dá as costas pra ele e o denuncia...Montag consegue a ajuda de um professor, o Faber, um senhor que também enxerga "além" e quer ajudá-lo de todas as formas!!

   E aí começa a sua aventura à procura de pessoas que também acreditam em livros.

   Existe o filme também, dizem ser muito bom mas ainda não o vi...segue um vídeo do filme que achei no youtube...



   Um clássico da literatura que deveria ser leitura obrigatória!!
   Recomendo muito a leitura deste livro!!

   Livro: Fahrenheit 451
   Autor: Ray Bradbury
   Editora: Globo de bolso
   Páginas: 214

 

9 comentários:

  1. Olá!
    Adoro distopias, mas vergonhosamente ainda não li esse. Mas gostei bastante da ideia e já li tantas resenhas positivas que estou morrendo de vontade.
    http://eu-ludmilla.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiê...o tema do livro é muito legal, se você gosta de distopias, vai adorar esse livro!!

      Obrigada por comentar e visitar meu blog!!

      Excluir
  2. Nossa, achei bem interessante essa história. Nunca tinha ouvido falar nesse livro.

    Valeu pela dica lindona !

    Bjo.

    | O Blog Que Não é Blog |

    | Sorteios Na Web |

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Anna!!
      Fico muito feliz!!

      Um beijo.

      Excluir
  3. Oi Bah!

    Pelo o que você descriveu imagino esse livro com aquela narrativa clássica que como em jogos vorazes ou em o doador de memórias, existe um regime um tanto sevéro, mas que os líderes juram que é para o bem de todos, porém não é. E uma pessoa "diferente" percebe isso e quer mudar as coisas, acaba se tornando um líder de seu povo.

    Gosto de histórias assim, acredito que nos provoca a questionarmos mais autoridades e leis, afinal se temos que segui-las devemos entende-las e concordar com elas!
    Mas não é o que acontece na vida real, muitas vezes baixamos as cabeças para as regras sem questionar e acho que é isso o que o autor quer dizer, essa é a mensagem que ele quer passar...

    Beijos Baah!!

    Raíssa Martins - O Outro Lado da Raposa
    Facebook
    Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Raissa, histórias que nos fazem pensar e refletir, o quanto tem a ver com o que vivemos hoje não é verdade?
      Muitoo obrigada por sempre comentar em meu blog.

      Beijos.

      Excluir
  4. Eu adoro distopias, mas não li esse. Já ouvi falar dele e que ele é bom, mas tempo que é bom, nós não temos de sobra. Adorei sua resenha, vou ler esse livro assim que der! haha

    Beijos,
    Diário Nepente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom mesmo Ângela, se você gosta de distopias, acho que vai gostar bastante desse livro.

      Um beijo.

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem vindos, desde que tenham algo a dizer.
Se quiser comentar simplesmente por obrigação pra eu entrar em seu blog e comentar também...saiba que não perderei meu tempo!!
Deixe seu link para que eu possa retribuir a visita!

Obrigada por comentar! (:

© Café com Livros - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento por: Colorindo Design - Tecnologia do Blogger.